fbpx

Como ajudar um cão cego a se adaptar

Como ajudar um cão cego a se adaptar
Foto: Reprodução

Uma pessoa com um cão cego precisa adaptar sua própria vida de muitas maneiras à deficiência do cão, mas essas coisas não são difíceis nem desafiadoras — na verdade, são fáceis e até divertidas para o dono, vou te mostrar como.  

Proteja sua casa para cães cegos  

Quando seu cão perde a visão, ele inicialmente se sentirá extremamente confuso sobre o ambiente. Passe um tempo guiando seu cão pela casa e cercando quaisquer perigos possíveis, como piscina e escadas. Apenas certifique-se de que os perigos sejam reduzidos no início, porque depois de um tempo, um cão cego desenvolve um mapa mental, enquanto isso remova ou cubra quaisquer perigos com material de almofada até que seu cão aprenda o layout da casa. Veja também a altura dos olhos do seu cão para verificar se há objetos pontiagudos ou cantos que possam machucar seus olhos, rosto ou corpo. E não negligencie o quintal. Certifique-se de que ele esteja cercado. Verifique se há buracos no chão e mantenha as plantas aparadas, pois elas podem causar mais danos aos olhos do seu cão.

Não reorganize seus móveis 

Os cães têm uma capacidade incrível de mapear seu ambiente, desde que ele seja mantido constante. Com o tempo, um cão memorizará o layout de uma casa e a localização dos móveis, obtendo uma imagem dos lugares familiares em sua cabeça e tornando-o menos propenso a esbarrar em coisas. O cão aprenderá a se locomover pela casa, então não mova seus móveis; deixe-os como estão para que eles se sintam confortáveis, para que seu conhecimento sobre a casa permaneça o mesmo e eles não tenham que tentar descobrir as coisas quando as coisas mudam.

Mude a maneira como você se comunica

A comunicação com um cão muda quando ele fica cego: Ela se torna mais vocal. Enquanto um cão está perdendo a visão, ele tem mais probabilidade de se tornar altamente sensível a sons e ser tocado, e se tornar muito medroso ou reativo. Novos comportamentos são ensinados principalmente usando sons e toques como avisos ou dicas. Fazer seu cão se sentir seguro é essencial para adaptar à nova situação.

Sintonize-se com os outros sentidos

Usar o cheiro e a textura também pode ser uma maneira rápida de orientar seu cão. Uma dica é você escolher três aromas diferentes e borrifá-los nas três áreas mais comuns que o cão usa. Podem ser onde estão sua comida e água, o quintal onde ele faz suas necessidades e um local de descanso, como sua cama ou sofá. Em seguida, guie fisicamente seu cão para esses lugares, para que ele se familiarize com os aromas e o que eles significam.

Os cheiros também são uma ótima maneira de indicar perigo. Usar texturas diferentes também pode ajudar seu cão a navegar mais facilmente dentro e fora de casa. Coloque tapetes perto de móveis, lascas de madeira perto e ao redor de arbustos e árvores e carpete áspero na frente da porta dos fundos para indicar o caminho para o quintal. 

Retreine seu cão

É essencial que o dono passe algum tempo treinando o cão depois que ele perder a visão. Ensinar o cachorro a “Parar” ou “Ficar” sob comando é uma medida de segurança importante, pois pode evitar que ele avance para uma situação perigosa. Usar os comandos “Suba” e “Desça” pode ser útil não apenas para ajudá-lo a subir as escadas da sua casa, mas também para subir e descer um meio-fio na rua. Outra habilidade importante a ser praticada é retreinar seu cão para vir quando chamado. “Quando eles são cegos e não conseguem ver você, você só precisa fazer as coisas de forma um pouco diferente. Principalmente, isso significa que você precisa chamá-los com um som contínuo. Você precisa dizer algo por um longo tempo para que eles possam se concentrar em onde você está.

Brincar

Quando um cão perde a visão, há o risco de ele se tornar retraído. Usar brinquedos é uma ótima maneira de manter seu cão entretido e envolvido com o ambiente. Muitas vezes, quando não são visuais, os cães param de interagir com o ambiente só porque é mais fácil. Certifique-se de prestar atenção especial para verificar se eles estão interagindo com você, com outro animal de estimação ou com o ambiente doméstico e se eles têm acesso a brinquedos.

Os donos de cães devem experimentar diferentes tipos de brinquedos para identificar qual deles envolve melhor os outros sentidos do cão — audição, tato e olfato. Além disso, use brinquedos que façam som, como brinquedos que fazem barulho, ou brinquedos que envolvam o olfato do cão, como um brinquedo que pode ser recheado com comida ou um brinquedo de quebra-cabeça no qual você coloca pequenas guloseimas, como escolhas ideais para cães com deficiência visual. Manter seu cão ativo e levá-lo para caminhadas diárias também é extremamente importante, pois isso melhorará seus outros sentidos, bem como sua saúde, bem-estar e felicidade.   

No geral, simplesmente tenha paciência e lembre-se de dar reforço positivo constantemente. Isso ajudará seu cão a se ajustar à nova situação. Os cães são criaturas excepcionais que podem se adaptar rapidamente a novas condições, desde que recebam tempo, amor e atenção suficientes. Os cães nos ensinam lições de coragem, perseverança, lealdade, compaixão, gentileza e alegria, e eles não precisam ter todos os seus sentidos ou membros para isso.

_ 
 
Referências  

Caso queira ler sobre outros assuntos, você pode acessar nossos Artigos.  

Quer que eu fale sobre algo específico? Me envie uma mensagem no Instagram

Gostou deste conteúdo? Deixe um comentário!    

Faça parte da minha Lista VIP

Você receberá conteúdos exclusivos que tornarão seu cachorro educado, obediente e sociável!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Herbert Reis
Herbert Reis

As práticas, técnicas e metodologias que eu desenvolvi, estão sendo procuradas por pessoas de outros países, atendendo clientes em Orlando, Miami e Portugal. Saiba Mais.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *